Arte para pixelar o IAPI

10:28:00 Adriana LARA 7 Comments


A fim de reforçar o caráter inovador e refrescar as ideias do consumidor, a Sprite decidiu estimular a criatividade urbana através da pixel arte – popularmente conhecida como “arte feita pixel a pixel”. Mas o desenho gráfico, construído por pixels colocados manualmente em seus lugares, ganha, no entanto, um componente inusitado: a lata de Sprite.
            O maior monumento de pixel arte do mundo já está sendo construído no Parque Alim Pedro, no IAPI, em Porto Alegre.  Cada lata será um pixel e, juntas, vão formar uma estátua de 12 metros que será um símbolo da liberdade pela arte de rua, até porque esta ação tem participação de muitas mãos, ou melhor, de muitos likes.
            Na fanpage da marca no Facebook haverá um aplicativo com jogos e outros recursos que permitem acompanhar a construção do monumento.  Não será preciso estar em Porto Alegre para ajudar na construção. Todos os usuários que participarem terão o nome registrado na base do monumento, como apoiador do projeto. Um “pixelômetro” - numa alusão a um medidor de pixels – medirá a participação dos usuários na causa, enquanto posts na fan page desafiarão o consumidor, criando uma maior integração com o projeto.  Uma ferramenta denominada “Faça sua pixel arte” e tutoriais orientarão os usuários sobre como criarem suas próprias pixel artes. Por meio desta ferramenta, todos os participantes poderão expor suas obras em uma galeria virtual e até na própria timeline.
       O início da construção será documentada através de um making off e a evolução do processo estará disponível através de fotos atualizadas periodicamente nas redes sociais. A marca é protagonista deste universo urbano e consolida a lata como um importante instrumento de conexão entre os jovens que tem sede de Sprite, e fome de arte.  E pra todo mundo entrar no clima, a Slash Slash agita o Complex no próximo sábado (06) com um evento superinterativo com Pixel Post It assinado por André Chaves, discotecagem da dupla Cevallos e Madruga, exposição de shapes de skate produzidos pelos artistas Cusco Rebel e Sei lá PAX, do Mundo ArteGlobal e space invaders com distribuição de quadrinhos de 40x40cm e pixels de pastilhas de azulejos para a criação de imagens.
Com tudo isso, tem como não entrar no clima?


fonte: Thamys Trindade
Assessoria de Imprensa
Débora Tessler Conteúdo & Relacionamento

7 comentários:

Deixem seus comentários! Adoro saber o que vocês pensam sobre as postagens do TdD! bjs