Apresentado.... PARIS ELYSEES – AMOR PELOS AROMAS DA NATUREZA

12:18:00 Adriana LARA 8 Comments

E vem gente nova no TdD.
Claro que muitas de vocês já conhecem a divina Paris Elysees, não é?
Pois bem , agora tenho a alegria de informar que ela está chegando no TdD!
Mas antes de aterrissar aqui, quero contar um pouquinho sobre a empresa, bora lá saber mais:

PARIS ELYSEES atua ha mais de 20 anos no mercado internacional da perfumaria, sendo cada vez mais sinônimo de produtos de qualidade associados a preço acessível.
O foco principal é oferecer fragrâncias de altíssima qualidade. Para isso, a Paris Elysees investe na cadeia de abastecimento, buscando as melhores matérias primas naturais.
Conhecendo melhor o trabalho da empresa:
A EXTRAÇÃO DOS TESOUROS AROMATICOS
Existem vários métodos que permitem a extração dos tesouros aromáticos, que fazem parte da composição dos perfumes da Paris Elysees. Vamos compartilhar um pouco desses segredos...
1. Destilação a base de vapor de água
2. “Expressão” a frio
3. Absoluto
4. “Enfleurage”
5. Extrato CO2 (crítico)
1. A DISTILAÇAO USANDO VAPOR DE ÁGUA - Este processo é o mais comum para obter a maioria dos óleos essenciais. Esta operação é feita usando um “alambique” de aço inoxidável. Este método é o mais suave e o mais produtivo para se obter a extração dos óleos essenciais, pois as plantas não são diretamente imersas na água fervendo. De fato, um calor agressivo demais poderia prejudicar os mais sutis aromas. O processo consiste em fazer passar vapor de água, em baixa pressão (+/- 0,05 bars) .
O vapor de água, por efeito mecânico, irá arrastar as micro bolsas de óleo essencial que possui a planta, e depois irá passar dentro de uma serpentina refrigerada com água fria para se condensar em liquido através de um tanque cheio de plantas aromáticas.

A deslocação do ar pelo vapor também protege as substâncias da oxidação. Na saída, teremos junto o óleo essencial e uma água floral (usada em composições perfumadas de baixíssima qualidade), que deverão ser
separados, por diferença de densidade, usando um decantador chamado de “essencier” (antigo vaso florentino)
2. A “EXPRESSÃO” A FRIO - Este método é usado somente para os “zestes” citrinos, ou seja, as frutas
cítricas (hesperídios). O óleo essencial (chamado de essência) se encontra em bolsos de tamanho bem pequeno, na superfície da casca da fruta. A casca da fruta é separada mecanicamente da própria fruta, sendo depois perfurada por micro agulhas ou raspada mecanicamente, para depois ser mecanicamente prensada. A extração do suco da fruta pode se fazer também usando centrifuga.
O extrato obtido é decantado, e depois filtrado sobre papel molhado, para separar as partes aquosas dos óleos essenciais. Este tratamento convém muito bem a esta família de essências, já que se tratam de aromas muito frescas que não resistem ao calor.
Para garantir a estabilidade desses óleos essências, usamos câmaras refrigeradas ate sua utilização nas composições.

3. O ABSOLUTO - Neste outro processo de extração, matérias primas como mimosa, jasmim, violeta, estão sendo colocadas em recipientes a vácuo junto com solventes voláteis (hexane por exemplo), que depois de se evaporar, resultam em uma pasta muito aromática, chamada “concrète”.
Esta pasta é posteriomente diluída em álcool etílico, e depois filtrada para retirar as ceras. Na ultima fase, um processo clássico de destilação sob pressão reduzida permite eliminar o álcool etílico, resultando no “ABSOLUTO”, verdadeiro tesouro aromático, que usamos com frequência em nossas composições naturais.
4. L’ENFLEURAGE (“ENFLORAMENTO”) - O enfloramento (processo quente) é usado com pétalas de flores de menor fragilidade (a rosa por exemplo). As pétalas são banhadas num banho de gordura de origem animal, aquecido varias vezes.

Quando as flores entregaram toda sua essência, elas são retiradas e substituídas por outras, e isso tantas vezes seja necessário para obter uma gordura saturada.
Desta forma se consegue uma “pomada” de enfloramento, que poderá ser usada como perfume solido.
Da mesma forma que no processo de extração anterior, esta “pomada “ pode ser batida com álcool etílico e depois filtrada para retirar as ceras. Na ultimá fase, um processo clássico de destilação sob pressão reduzida permite eliminar o álcool etílico, resultando no “ABSOLUTO”.
O enfloramento a frio, pode ser usado para pétalas mais frágeis, como o jasmin. O principio é o mesmo, mas as pétalas são colocadas acima de uma placa de gordura fria. O custo alto deste método fez ele quase ser abandonado hoje.
5. O EXTRATO CO2 - A originalidade deste processo vem do uso do solvente CO2 (dióxido de
carbono). Sendo inerte de um ponto de vista químico, de origem natural, não toxico e de baixo custo, este solvente proporciona um método muito interessante. Porem, o processo acaba sendo de custo final mais alto e não “entrega” as mesmas notas olfativas que nos processos tradicionais. Esta técnica é mais usada para obter aromas no setor agro-alimentar.
OLEOS ESSENCIAS NATURAIS : SEMPRE MELHOR, SEMPRE DIFFERENTE
Apesar das constantes melhorias da indústria química e da elaboração de uma gama extensa de óleos essências sintéticos derivados de produtos de origem petroquímica, o uso de matérias primas naturais, e de óleos essenciais naturais continua sendo hoje a maneira mais eficaz de oferecer aromas de amplo espectro aromático, de grande riqueza e com melhor qualidade olfativa.
Porém, é fundamental entender que uma mesma espécie de planta, ou flor, ou arvore irá “entregar” um óleo essencial com chemotipo diferente, dependendo da região ou pais onde foi cultivada (diferença de sol, de
clima, de altitude, etc....). Por exemplo, o alecrim terá uma concentração maior em cineol no Morroco, de canfora na Espanha e de verbena na França ou na África do Sul.
DIFFERENÇA ENTRE QUALIDADE ARTESNAL E INDUSTRIAL
Paris Elysées busca usar em sua grande maioria óleos essências oriundos de pequenos produtores no mundo inteiro que praticam uma destilação artesanal, com um “savoir-faire ancestral”.
Da mesma forma, Paris Elysées investe hoje no plantio das suas próprias plantas aromáticas em centenas de acres adquirido ao longo dos últimos dez anos em Madagascar.
Na destilação artesanal, as plantas aromáticas são certificadas biologicamente ou de origem selvagem (matéria prima de qualidade ainda superior). A destilação é mais demorada para obter todas as frações
aromáticas procuradas. Ele é feita de forma lenta, com baixa pressão e na temperatura mais baixa possível para garantir a integridade olfativa das matérias primas.
O tempo de destilação varia para cada caso. Para a lavanda, por exemplo, 90 minutos são suficientes, enquanto este prazo pode chegar a 24 horas para o cravo ou para o famoso Oud.
Na destilação industrial, as plantas aromáticas são submetidas aos coadjuvantes da agricultura moderna, como produtos químicos solúveis na água (pesticidas, herbicidas, fungicidas...).
O processo de destilação é mais curto, resultando em frações aromáticas incompletas. Isso é feito submetendo a matéria prima a alta pressão e altas temperaturas. A destilação é neste caso chamada de “forçada”, resultando em óleo essencial de qualidade inferior, potencialmente contaminado pelos
agrotóxicos usados no plantio.
CONCLUSAO - Paris Elysées busca usar em sua grande maioria óleos essênciais oriundos da
natureza, tratados e extraídos segundo as mais ancestrais tradições. Este cuidado nos permite oferecer ao mercado produtos de altíssima qualidade olfativa, sendo na amplitude olfativa, na durabilidade e na
fixação de nossos produtos. Esta obsessão pelo óleos essências naturais nos permite hoje iniciar uma nova
fase com o inicio de uma nova linha que usara não somente os óleos essências naturais por suas propriedades olfativas, mas também por suas propriedades preventivas para saúde, que está se idealizando com o lançamento da linha E2 Essential Elements.



8 comentários:

  1. Adri!
    Processo bem delicado de extração do cheiro, gostei!
    Participo e mais tarde sairá divulgação no blog.
    “Não espere por uma crise para descobrir o que é importante em sua vida.”(Platão)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  2. Sou da Agenda dos blogs e vim conhecer seu cantinho. Gostei bastante da matéria. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Uma boa fragrância é tudo de bom. Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  4. Que bacana saber um pouco mais, o processo é super trabalhoso hein.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Super empresa.. Produtos de excelente qualidade, adoro!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho um perfume dessa marca. Adoro!

    http://www.arianebaldassin.com/

    ResponderExcluir
  7. Conehci ele ha uns dias e ja to paixonada elo laa petite fleur dor
    foi lindo conehcer essa marca, o perfume dura horrores e o cheiro é maravilhoso desse que testei. ja amei ultra
    qual vc testou?

    ResponderExcluir
  8. xiii Pracy, não lembro, pois já tem mais de 10 anos.... mas guardei a marca na época, pois gostei bastante.... assim que usar de novo te conto qual, podes deixar, bjs

    ResponderExcluir

Deixem seus comentários! Adoro saber o que vocês pensam sobre as postagens do TdD! bjs