BIÓLOGO EXPLICA COMO USAR PRÓPOLIS CONTRA DENGUE

12:18:00 Adriana LARA 2 Comments

Gente, funciona mesmo como repelente.... há alguns anos, eu tomava cerca de 30 gotas de própolis diariamente, e fui passar uns dias em Bal. Camburiú, nos meus tios. Lembro que à tarde, qdo tomávamos chimarrão, todo mundo estava espantando os mosquitos que teimavam em picar, menos eu, pois não vinha nenhum em mim!!!
Mais tarde, vi no Programa do Jô, em uma entrevista, que o própolis, qdo ingerido por nós, faz com exalemos um odor - imperceptível aos humanos - que repele os mosquitos!

Segundo um pesquisador de Florianópolis, basta tomar algumas gotas diárias para que o mosquito nem se aproxime! Ninguém divulga porquê não há interesse, a própolis é barata e não enriquece ninguém, as indústrias farmacêuticas ganham fortunas com remédios para amenizar os sintomas da dengue, a Johnson ganha fortunas vendendo o Off, que é repelente de insetos... 
O biólogo Gilvan Barbosa Gama, de Florianópolis, explica como usar a própolis contra a dengue.

Segundo ele, a própolis exala na sudorese dois dos seus princípios ativos (flavona e vitamina B) que repelem os insetos.

Composição da Própolis

A própolis é uma cera produzida pelas abelhas a partir cascas, resinas e botões de flores.

Sua composição: além das vitaminas do complexo B, C, H e O, a própolis também possui em sua composição a Flavonóides, galangia, resinas com bálsamo, cera e pólen.

Uso Preventivo

A tintura de Própolis na prevenção aos mosquitos da dengue, deve ser ingerida da seguinte forma: 

Adultos: de 30 a 40 gotas diluídas em água (ausente de cloro). Um copo a cada 6hs. 

Crianças: crianças de 0 a 10 anos deverão tomar a metade do peso corporal em gotas diluídas em água sem cloro (quantidade a critério).

Uso com a Dengue Instalada (TRATAMENTO RADICAL)

Adultos: tomar 7,5ml do extrato de própolis diluído em água (sem cloro). 1/2 copo na crise febril, ou seja, quando a febre se mostrar mais elevada. A partir daí, repetir esta mesma dosagem mais 3 vezes a cada 2hs.

Crianças:

- crianças de 0 a 3 anos: 1,5 ml do extrato de própolis diluído em água sem cloro (quantidade da água a critério) quando a febre se mostrar mais severa. A partir daí repetir esta mesma dosagem mais 3 vezes a cada 2hs. 

- crianças de 3 a 6 anos: 3,0 ml do extrato de própolis diluído em água sem cloro (quantidade de água a critério) quando a febre se mostrar mais severa. A partir daí repetir esta mesma dosagem mais 3 vezes a cada 2hs. 

- crianças de 6 a 10 anos: 5,0ml do extrato de própolis diluído em água sem cloro (quantidade de água a critério) quando a febre se mostrar mais severa. A partir daí repetir esta mesma dosagem mais 3 vezes a cada 2hs.

OBSERVAÇÕES IMPORTANTÍSSIMAS

Gilvan alerta, para não esquecer de fazer o teste ALÉRGICO para ver se quem vai tomar a própolis não é alérgico a ela. É muito rara esta sensibilidade mas pode ocorrer. 

Caso queira trocar a água sem cloro pela água de coco, é uma excelente pedida.

www.inova.unicamp.br/inventabrasil/propdengue.htm

2 comentários:

  1. Muito bem explicado, não podemos brincar com a dengue, Adriana beijos.

    ResponderExcluir
  2. Quem diria! Própolis contra a dengue. Boa dica, vale qualquer forma contra a dengue! Beijos

    ResponderExcluir

Deixem seus comentários! Adoro saber o que vocês pensam sobre as postagens do TdD! bjs