BarraShoppingSul desvenda os “Tesouros, Mitos e Mistérios das Américas”

11:15:00 Adriana LARA 3 Comments


Exposição internacional inédita mundialmente com réplicas de monumentos e obras de arte dos povos antigos é a nova atração cultural em Porto Alegre


A partir de 3 de julho, o BarraShoppingSul apresenta a exclusiva exposição internacional "Tesouros, Mitos e Mistérios das Américas". Com mais de 100 réplicas de monumentos e obras de arte construídas por algumas das mais misteriosas civilizações do mundo, a exposição conta a história e apresenta a cultura dos antigos povos que habitaram a América há milhares de anos. São sete instalações principais: Moais da Ilha de Páscoa; Pirâmide de Chichén Itzá; Calendário Maia; Vitrines com o Ouro e Cerâmica da Colômbia; Estela de Quiriguá; e Ruínas de San Agustín, além de uma personagem guerreiro indígena. Com classificação livre para o público, a entrada é gratuita.


“A exposição parte da estratégia da Multiplan de sempre privilegiar o público com atrações exclusivas, inéditas e de qualidade. Os clientes do BarraShoppingSul terão uma oportunidade única de conferir esta proposta que mistura cultura e conhecimento”, comenta Tânia Nascimento, gerente de Marketing do BarraShoppingSul.

Pioneira em trazer para seus shopping centers projetos culturais e educativos gratuitos, a exemplo das exposições "Dinossauros da Patagônia" e "Os Gigantes da Era do Gelo”, a Multiplan investiu R$ 2,5 milhões na mostra “Tesouros, Mitos e Mistérios das Américas”. O acervo já passou por seis shoppings da Multiplan e encerra seu período de exposição em Porto Alegre.

Para o diretor de marketing da empresa, Rodrigo Peres, a mostra é de grande valor para o público brasileiro. “É muito importante para a Multiplan poder trazer pela primeira vez para o grande público um projeto que conta tanto sobre o passado cultural da América Latina, contribuindo dessa forma para o aprendizado e entretenimento de crianças, jovens e adultos”, afirma.



A exposição, desenvolvida pela EuroEmeka, apresentará ao público a riqueza das míticas sociedades formadas a partir do ano 3000 a.C.. Para deixar as instalações fidedignas, o projeto contou com o trabalho minucioso de uma vasta equipe de designers industriais, paleontólogos, consultores em efeitos especiais, designers gráficos, antropólogos e assistentes de produção. “Esta é uma oportunidade para quem for ao BarraShoppingSul de conhecer mais sobre a herança deixada pelos povos ancestrais” explica o curador da exposição Raul Aldana, que trabalhou em parceria com a Fundação de Ciências Naturais Felix de Azara e ourives colombianos.

Os materiais utilizados nas réplicas incluem poliestireno e resinas de poliuretano, poliéster e cristais. Entre os destaques estão a Estela de Quiriguá, cuja réplica, em tamanho real, mede 4,5 metros de altura, e a pirâmide de Chichén Itzá, que pesa cerca de 800 kg e demorou seis meses para ser concluída.  A réplica da pirâmide alcança 4,5 metros de altura e sua escala de proporção é precisamente de 1 em 10 metros para a original, que possui 24 metros de altura, com quatro faces, cada uma com 55,5 metros de largura na base.

Cinco esculturas de figuras humanas conhecidas pelas cabeças desproporcionais, algumas enfeitadas com chapéus, expressão de mistério e aura enigmática, fazem referência aos mais de 900 moais [estátuas gigantes de pedra] catalogados e localizados na Ilha de Páscoa. O público poderá sentir de perto o mistério que ronda as esculturas e a ilha, além de apreciar peças de até 3,5 metros de altura. Já a réplica do Calendário Maia, por exemplo, desperta a curiosidade dos visitantes por ter sido fonte de uma teoria que diz que o mundo terminaria em 2012. A peça de três metros, como o original, revelará os segredos do povo conhecido como “Senhores do Tempo”, pais dos métodos Haab´ e Tzolkin.

As Ruínas de San Agustín, originalmente na Colômbia, estarão representadas em Tesouros, Mitos e Mistérios da América. O legado deixado pelo povo escultor daquela região estará presente em nove réplicas, em tamanho real, com 2 metros de altura cada. As figuras entalhadas misturam seres humanos com aves, répteis, primatas, felinos, além de símbolos como cinzéis e martelos sugerindo divindades criadoras.

Ainda na Colômbia, desde o século I a.C., diversas sociedades indígenas das áreas de Calima, Nariño, Quimbaya, Tolima, Tairona, Sinú e Muisca desenvolveram uma sofisticada arte em ouro. Segundo os mitos, a atividade estava diretamente relacionada a uma posição privilegiada, que aproximava os artesãos aos sacerdotes e associava ouro ao poder do sol. Os visitantes poderão conferir em vitrines peças como pulseiras, cocares, colares, brincos, peitorais, figuras humanas e animais, que eram utilizados como bens comerciais, mas também como oferenda para mortos ou deuses.

Todas as peças da exposição, que fica em cartaz na Praça Rosa dos Ventos do shopping até 28 de julho, são acompanhadas de painéis informativos com dados sobre a mostra para auxiliar os interessados, especialmente estudantes.

Serviço:
Exposição Tesouros, Mitos e Mistérios das AméricasQuando: De 03 a 28 de julho
Local: Praça Rosa dos Ventos do BarraShoppingSul
Horário: De segunda à sábado, das 11h às 23h
              Domingo das 11h às 21h.
Classificação Livre.
Atividade Gratuita

fonte/imagens Luciana Cunha - Moglia Comunicação Empresarial



3 comentários:

  1. Bacana, hein?

    Queria muito ver essa exposição. Tomara que venha para o DF.

    XOXO

    ResponderExcluir
  2. Vou lá fim de semana!!! Adoro tudo isso!

    ResponderExcluir
  3. Nossa!
    Gostaria tanto de visitar essa exposição.

    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Deixem seus comentários! Adoro saber o que vocês pensam sobre as postagens do TdD! bjs